Igreja de São Vicente de Sousa

Igreja de São Vicente de Sousa
A Igreja de São Vicente de Sousa, classificada como Monumento Nacional desde 1977, integra o percurso turístico-cultural da Rota do Românico.

Esta Igreja conserva duas inscrições da época românica. A inscrição comemorativa da Dedicação da Igreja está gravada na face externa da parede da nave, à direita do portal lateral norte. Assegura que a Igreja foi sagrada em 1214. A outra inscrição data de 1162. É uma inscrição funerária ou comemorativa da construção de um arcossólio, aberto na face exterior da parede sul da capela-mor.

A Igreja é constituída por planta longitudinal de nave única e capela-mor rectangular, reconstruída na Época Moderna. Na fachada principal, orientada a ocidente, abre-se o portal inserido em estrutura pétrea pentagonal e saliente à fachada, para que o pórtico possa ser mais profundo.

As fachadas laterais são rematadas superiormente por arquinhos sobre cachorros lisos como no caso de Santa Maria de Airães.

Na fachada sul, a meia altura do muro corre um lacrimal sobre mísulas, elementos que atestam a presença de um alpendre de uma água ou a existência de um claustro.
Da Época Moderna data o conjunto de talha e pintura barrocas, juntamente com uma série de elementos arquitectónicos dos séculos XVII e XVIII.

GPS: N 41º 20' 37,68'' , O 8º 14' 56,14''

Mais informações em www.rotadoromanico.com




por Rota do Românico





Aqui perto....

Matriz de Unhão 
Aqueduto do Mosteiro de Pombeiro 
Igreja  
Penacova 
Igreja Refontoura 
Igreja de Sendim 
Igreja Nova da Lixa