A senhora do Areal

A senhora do Areal
Nesta aldeia, há mais ou menos duzentos anos aconteceu um caso surpreendente, relatam as pessoas mais idosas que o escutaram de seus pais, pois foi sendo contado de geração em geração.
Existe uma capela junto do rio, um lugar bastante deserto, no meio de árvores, fragas e montes.
Nessa capela está a Senhora do Areal antigamente chamada Senhora das Arenas, talvez por ficar perto do rio.
Dizem que um dia apareceram ali dois irmãos e uma irmã. Ninguém os conhecia pois a terra deles era perto do Porto, mas como eram caçadores conheciam bem tudo e principalmente os montes.
Os irmãos eram muito maus e então pensaram matar a irmã. Para isso tiveram de a convencer a ir com eles, dizendo-lhe que tinham uma promessa à Senhora das Arenas. A irmã, como era boa e não desconfiava de nada, acabou por ir com eles. Como o lugar era muito deserto, seria mesmo o ideal para eles fazerem o crime, pois assim não podiam ser vistos. Como não andava por ali ninguém, mataram a irmã. Enterraram-na e foram-se embora.
Ninguém soube de nada, mas passados uns tempos apareceu um braço dessa moça fora da terra.
Uma senhora andava no monte à lenha. Passou e viu a mão com dois anéis nos dedos. Ela tirou-lhos e contou às pessoas o que se tinha passado.
Foi lá muita gente, mas já não viram nada, apenas ouviram uma voz que dizia:
Quando chegar à quinta geração (da pessoa que tirou os anéis), eu farei milagres.
A notícia espalhou-se para longe, e vieram pessoas de várias terras ver o lugar onde ela tinha sido enterrada, pois a terra estava perfumada.
Perto do local onde a enterraram rebentou água de uma rocha. Nunca seca, nem no Verão nem no Inverno. Dizem que essa água é milagrosa e as pessoas têm muita fé, pois diziam que eram as lágrimas da menina. Por isso utilizam-na, quando lhe doem os olhos ou têm outra dor qualquer. Lavando-se com ela. Para aproveitar toda a água fizeram uma fonte muito bonita pois acham que perder água dessa até é pecado.






Aqui perto....

Rio São Lourenço 
Rio Tuela  
Rio Tuela 
Nunes 
Vinhais 
... PINHEIRO VELHO-(Pinheiro Novo) 
Minas da Ervedosa