Lenda da Ermida de Nossa Senhora do Socorro

Lenda da Ermida de Nossa Senhora do Socorro
Decorria o século dezasseis e, ao largo da costa ocidental da ilha de S. Miguel, navegava um navio inglês.
Uma tempestade que já se vinha preparando há umas horas, rebentou finalmente. Os marinheiros puseram em prática todos os seus conhecimentos de navegação, mas a força do vento e das altas vagas era tanta que de nada lhes valeu arte e vigor.
Com as velas rotas e o leme partido, o navio andava à deriva e a tripulação estava desorientada sem saber o que fazer, temendo que o frágil barco se despedaçasse contra os rochedos altos e escarpados da costa.
A aflição era enorme, ouvia-se gritos desesperados e rezas fervorosas e, no meio da confusão, formularam o voto de mandar construir uma ermida a Nossa Senhora do Socorro no lugar certo onde caísse uma bola de ferro, lançada de bordo, caso a Virgem viesse em seu auxílio.
Cheios de fé apontaram o canhão e lançaram a bola. Mas, com a agitação do navio e força do vento, ela foi cair no declive de um pico junto ao mar na freguesia da Candelária.
A prece foi ouvida. Em pouco tempo o vento abrandou, as ondas acalmaram-se e a pequena caravela, praticamente destruída, ancorou por fim na baía mais próxima. Os marinheiros, totalmente exaustos da força despendida e da angústia por que haviam passado, abraçavam-se e choravam de alegria.
Não se esqueceu a promessa e a ermida de Nossa Senhora do Socorro foi construída em lugar exposto às ventanias e aí está com o seu pequeno adro, embelezando a paisagem que dali se desfruta, tudo por causa da força do mar e de uma grande tempestade.
Tem sido desde há muitos anos santuário de grande veneração do povo do lado ocidental da ilha de S. Miguel e principalmente dos pescadores que continuam a invocar a protecção de Nossa Senhora do Socorro, oferecendo-lhe em gratidão cera e azeite.
Na Fonte do Socorro, próximo da ermida de Nossa Senhora do Socorro, ainda hoje os romeiros da ilha substituem, excepcionalmente, a Avé Maria por esta súplica com música própria:
“Virgem do Socorro, Mãe da Piedade, pedi ao Senhor pela cristandade. Eu sou pecador, não vos sei pedir, não sou merecedor do Senhor me ouvir”.






Aqui perto....

Ponta Delgada 
Forte de São Brás 
Arrifes 
Banda União dos Amigos 
Varanda na ilha 
Ginetes 
Cais de Ponta Delgada em 1899