...

Vila do Conde

Participe
Havia um conde que vivia em Azurara, «coma condessa, sua mulher, de quem não tinha filhos». Regressado, uma vez, de uma longa peregrinação, doente e pressentindo a morte, o conde fez volto de largar uma pomba branca e de, no local onde ela pousasse, fundar um convento e uma povoação a que daria o seu nome.
A pomba voou e pousou no Alto de São João, onde o conde mandou construir o mosteiro e em redor dele a povoação, conclui a história. O mosteiro e a vila lá estão, com o nome do seu fundador: Conde, Vila do Conde. A terra terá, com efeito, pertencido a um conde, que deve ter ficado sob jurisdição dos representantes régios, instituídos por D. Afonso I, e , Mias tarde, confirmados por D. Afonso III. Durante muito tempo, o conde desta vila foi D. Mendes Pais Bofinho. Em 953, a localidade aparece sob designação de Villa de Comite e de Rofinho. João Reis Pereira diz que o conde Betote foi presor e donatário das terras vila-condenses e que a origem do topónimo Villa Comité provém deste conde.


Vila do Conde - Matriz Varanda majestosa em Vila do Conde...
Aqueduto Vila do Conde O Aqueduto de Vila do Conde é o Segundo maior aqueduto de Portugal...
Forte de São João A construção do Forte de São João teve como objectivo proteger vila do Conde e a Foz do Rio Ave de embarcações inimigas. Após a sua degradação sofreu o restauro dando lugar nos dias de hoje uma unidade hoteleira de referência....
Vila do Conde - Igreja Matriz Igreja Matriz de Vila do Conde...
Jardim e Convento em Vila do Conde na década de 60 Jardim e Convento em Vila do Conde na década de 60...
Aqueduto de Vila do Conde nos anos 70 Postal da Década de 70 com foto do Aqueduto de Vila de Conde...
Igreja Matriz de Vila de Conde A Igreja Matriz de Vila de Conde retratada num Postal Antigo...